Arte + Impressão 3D

A exposição da escultora Marly Faro: “Da música se fez forma”, que foi prorrogada até o dia 9 de fevereiro, é a primeira realizada após seu falecimento, em junho do ano passado. Além da obra inédita “Concerto Musical”, é possível conhecer peças emblemáticas da carreira da artista, bem como fotos e documentos que mostram o papel da escultora no ensino e no incentivo às Artes Plásticas.

O grande destaque dessa exposição é a composição “Concerto Musical”, finalizada com a tecnologia 3D. Concebida por sete peças (maestro, dançarinos e músicos), com o nosso apoio a obra teve alguns itens finalizados por meio de modelagem e impressão 3D.

Curadores da exposição, os netos da artista Guilherme e João Pedro Faro, coordenaram o processo de acabamento das esculturas, fazendo questão de preservar a tradição da avó na mistura de materiais em suas peças, como mármore e bronze. O resultado encantou o público.

“Algumas peças da inédita composição dos músicos ainda não estavam concluídas, mas queríamos expor as obras que minha avó estava esculpindo. Sabemos que era um desejo dela. Como atuo em uma startup de impressão 3D, resolvemos finalizar essas obras para a exposição. Concluímos quatro das sete peças da mostra utilizando modelagem e impressão 3D. A tecnologia colaborou para prestarmos essa homenagem a ela”, declarou João Pedro Faro.

 

 

 

 

Já Guilherme Faro ressaltou a importância dos documentos e fotos da artista, que mostram ao público parte da história das Artes Plásticas. “Participei de inúmeras vernissages promovidas pela minha avó e pude ver como os artistas a respeitavam e a reverenciavam. Ela era admirada não apenas pela sua obra, mas por todo incentivo que dava às Artes Plásticas. Esperamos que essa homenagem esteja à altura da importante artista que ela foi.”

Filha da artista, Lilian Faro destacou a atuação relevante da escultora no incentivo às Artes Plásticas do Rio. “A grande artista Marly Faro é um marco nas artes do Rio. Empreendedora, batalhadora, sonhadora, tinha tino e, principalmente, crença na arte e na cultura, ensinando alunos com meiguice e motivação. Marly era uma mulher surpreendente e à frente do seu tempo.”

Carreira de Marly Faro

Marly Faro foi professora, escultora, curadora e galerista. Ainda jovem, tornou-se uma entusiasta da Feira de Ipanema, trabalhou e lecionou no MAM e no atelier de artes plásticas Hélio Rodrigues.

Em 1976, fundou seu próprio atelier, o Barro-Oco, onde se dedicou ao estudo do tridimensional e à escultura em terracota, mármore, bronze e resina, sempre pesquisando novas técnicas e materiais. Individualmente, expôs suas obras em Paris, Nova York e Tókio.

Marly foi uma promotora das artes plásticas, organizando eventos e abrindo portas para muitos artistas. Na década de 90 inaugurou em Ipanema a Galeria de Artes Marly Faro, que agora é palco de sua própria obra.

 

 

 

 

 

 

Curiosos?
Data: Até 09/02
Horário: segunda a sexta, das 10h às 19hs; sábados das 9h às 13hs.
Local: Rua Aníbal de Mendonça, 221, Ipanema, Rio de Janeiro
Tel: (21) 2259-9417.
Entrada franca